Icterícia em Gatos

Um dos meus gatos teve a terrível Icterícia. 
Michele A. Schumacker
Gato Fumaça

Eu "suspeito" que o que causou a doença foi uma mudança que fizemos na nossa casa. Apesar de que pode ter sido uma intoxicação também, não tivemos como ter certeza da causa. 
Estávamos construindo uma nova casa no mesmo quintal, para isso tivemos que destruir metade da casa e fazer algumas adaptações. Infelizmente “o Fumaça” (o meu gato) se assustou muito com toda esta mudança. Pois o ambiente dele foi alterado. Ele ficou uns três dias bem assustado, quase não voltava pra casa. 
Por isso, acredito que não se alimentou bem e logo apareceram os primeiros sintomas da doença.


Vi que ele estava comendo pouco, bem menos do que de costume, considerando que nosso quintal estava uma bagunça, com muito barulho. Logo percebi a perda de peso e o amarelado nos olhos, boca e posteriormente na pele.
Ele ficou internado por vários dias. Foi muito bem atendido e cuidado pela querida veterinária Elaine Souza e sua equipe. Tivemos que colocar a sonda para alimentá-lo, já que ele não queria mais comer nem beber água. Alimentamos ele pela sonda e até apresentou melhora. Fazia as necessidades normalmente. Ele até se adaptou bem com o ambiente do internamento.

Mas, não resistiu, infelizmente.



Estou postando tudo isso, para chamar a atenção dos donos de gatos. Não sabia que a falta de alimento poderia prejudicar tanto.

Por isso, se você é dono de gatinho, qualquer sinal de falta de apetite, não espere. Leve IMEDIATAMENTE ao veterinário, pois qualquer doença tratada no início as chances de cura são bem maiores.


E o gato apesar de parecer indiferente, eles são muito sensíveis, bem mais que os cães.

Naquele período eu tinha outros cinco gatos, e somente um deles desenvolveu este quadro. Então, são como nós, cada um reage de maneira diferente.

Devemos ter atenção redobrada com nossos bichanos. Afinal, são nossos fiéis companheiros de jornada.


Então explicando melhor sobre a doença encontrei este post que mostra bem direitinho como tudo acontece: Fonte: PETCARE


A icterícia é um distúrbio comum em gatos, as mucosas (oral e oculares) e a pele ficam amareladas. Pode ocorrer principalmente com doenças que levam a destruição das hemácias ou doenças hepáticas (no fígado). As doenças mais comuns que causam icterícia em felinos são Lipidose Hepática e Tríade Felina.
A Lipidose Hepática ocorre freqüentemente em gatos obesos que por algum motivo param de comer. Com isso ocorre acúmulo de gordura no fígado causando insuficiência hepática.

Como o gato é um animal muito metódico, uma simples mudança na rotina pode levar à anorexia e desenvolvimento da Lipidose Hepática, desde viagens, introdução de um novo animal na casa e reformas.


O diagnóstico é feito por exames de sangue e ultrassonografia abdominal e pode ser confirmado com citologia hepática.  
O principal tratamento é a alimentação e para fazer a quantidade calórica ideal muitas vezes precisamos colocar um tubo esofágico no animal. Este tubo pode ficar meses no animal até a reversão do quadro. Os gatos que conseguimos alimentar adequadamente têm maior probabilidade de cura.
A Tríade Felina é o nome dado à associação de colangioepatite (inflamação das vias biliares e fígado), doença inflamatória intestinal e pancreatite. Normalmente o processo é iniciado por colangite/colangioepatite, podendo ser aguda (supurativa) ou crônica (linfocitica/plasmocitica).

Outras doenças possíveis são colecistite (infecção da vesícula biliar), colelitiase (cálculo biliar) entre outras.

Como na Lipidose hepática, os exames de sangue e ultrassonografia abdominal são indispensáveis para o diagnóstico, mas apenas a biópsia confirma o quadro.
O proprietário deve observar se o gato está comendo normalmente, está ativo, não apresenta icterícia ou perda de peso. Qualquer alteração observada o Médico Veterinário deve ser consultado o quanto antes, o diagnóstico precoce aumenta a chance de sucesso no tratamento.

Espero ter ajudado. 

Beijos pra todos. 


Comentários

Postagens mais visitadas